Como abrir uma franquia de sucesso



Sempre teve curiosidade de saber como se abre uma franquia?

 

Para começar a investir em uma franquia, é preciso saber como é o seu desempenho como um empreendedor, ou seja, fazer uma auto-análise e se informar sobre empreendedorismo, produtos, RH, finanças e negócios.

 

Apesar de haver um diagnóstico de pouco risco com relação ao franchising ou franquia, que possui uma mortalidade de apenas 5%, segundo a revista Exame, o negócio ainda dependerá fundamentalmente da administração do franqueado.

 

Logo em seguida, é preciso fazer um cadastro, geralmente pela internet, no site da empresa onde o seu perfil será avaliado. Ao mesmo tempo, ouvir bastante as perguntas da empresa irá ajudá-lo a ver se é essa a franquia que realmente deseja.

 

Se o seu perfil for aprovado, a empresa irá te convocar para uma reunião. Você então irá receber o COF (Circular de Oferta de Franquia), com todas as instruções sobre a franquia, e uma minuta do contrato. Entretanto, é essencial que haja um advogado para avaliar todas as cláusulas do contrato, junto com você, franqueado, para que não haja erros e desistências.

 

Segundo o site Pequenas Empresas, Grandes Negócios, os tópicos que precisam ser lidos com maior atenção são:

 

– Balanços do franqueador dos últimos dois exercícios

 

– Valores a serem pagos (como taxas de franquia, royalties e publicidade)

 

– Como é o treinamento e que suporte é oferecido

 

– Se há obrigação de comprar só de fornecedores aprovados pela rede

 

– Se existem pendências judiciais

 

– Nome e telefone de franqueados e dos ex-franqueados que se desligaram há até 12 meses Pergunte ao franqueador:

 

– Qual é a estrutura para fornecer os produtos e o suporte necessários para meu negócio?

 

– A marca tem um manual de operação para tirar dúvidas?

 

– Quanto tempo dura o treinamento e o que é abordado?

 

– Esse negócio é afetado pela sazonalidade? Se for, o que fazer nos meses de pouco movimento?

 

– Quantas franquias a empresa pretende vender no ano e como vai crescer de modo sustentável?

 

Vá a uma das lojas da da empresa que irá franquear, como cliente. Os contatos dos franqueados de uma rede são fornecidos na Circular de Oferta de Franquia (COF), isso o auxilia a visitar uma das franquias.

 

Após ver como a rede de lojas funcionam, estude o local onde irá fazer a sua franquia. Algumas redes ajudam o franqueado a escolher o ponto, atuando como consultoras, mas outras pedem para você avaliar o local. Portanto, é importante: conhecer bem o ponto; pesquisar se o local está em uma zona que permite que a empresa exerça suas atividades; ver se tem um bom fluxo de pessoas; conferir o contrato de locação, com um prazo de pelo menos cinco anos, renovando-o antes do término do prazo e analisar os valores necessários.

 

É necessário também abrir a sua franquia antes da inauguração, para exercer obrigações trabalhistas e fiscais. Além de fazer uma análise financeira, para ter todo o capital necessário para a empresa, principalmente nos primeiros meses.

 

Ao concluir suas devidas obrigações e iniciar o seu negócio, analise sempre se o franqueador está cumprindo suas devidas metas e está te dando a estrutura necessária, pois, querendo ou não, as obrigações da franquia são divididas. Os donos de outras unidades da rede podem te dar um suporte para dizer os pontos positivos e negativos.

 

Quando a unidade começa a exercer suas operações, o franqueado tem que pagar taxas por royalties (por estar usando o nome da marca) e também pela publicidade.

 

Pensando no seu aprofundamento em Gestão e Negócios, o Tabula possui cursos de:

Planejamento e Gestão Estratégica

Governança Corporativa e Ética Empresarial 

Comunicação Empresarial

Comunicação Assertiva

Gestão de Contratos e Relacionamento com o Fornecedor


Comentários

Sem Comentários