6 Dicas de Finanças Pessoais



Ter um controle sobre seus gastos é fundamental para quem quer economizar. Finança pessoal nada mais é do que controlar a entrada e saída de dinheiro do seu “caixa” em um período predeterminado.

É uma atividade que te ajuda a ficar de olho nos gastos fixos e nos variados, que podem surgir durante o mês.

Engana-se quem acha que é uma tarefa difícil. Diante disso, o Tabula separou 6 dicas simples que te ajudarão a controlar melhor o seu dinheiro.

 

1) Acabe com as dívidas

O primeiro passo para controlar suas finanças é acabar completamente com suas dívidas.

Contas que estão atrasadas sempre irão gerar mais despesas, tornando impossível controlar suas finanças. Caso os valores sejam maiores do que você pode pagar, busque formas alternativas como parcelamento e renegociação.

 

2) Anote os gastos fixos e extras

Nessa etapa você anota todos os gastos que você tem, aqueles que estão presentes na sua vida todos os meses, mesmo que tenham uma variação mensal. Por exemplo: aluguel, água, internet, luz e etc.

A partir das anotações você poderá definir uma média de gastos do mês.

Os gastos que não são fixos devem ser anotados também, mesmo que seja dois reais de uma coxinha, assim você tem total conhecimento do lugar onde seu dinheiro foi.

 

3) Conheça sua renda 

Saber exatamente o quanto você ganha é extremamente importante.

Mas atenção, aqui você analisa sua renda fixa, como seu salário líquido. Caso tenha rendimentos externos como aluguéis e trabalhos freelancer, inclua apenas aqueles que você recebe mensalmente de maneira constante.

Esses ganhos informais que não são mensais devem ser vistos como um extra, que pode ser investido ou guardado.

 

4) Defina o limite de gastos

Aqui começa as estratégias de divisão. Depois de ter seus ganhos e gastos bem anotados você vai poder definir quanto da sua renda vai ser direcionada para cada item. Lembre-se de separar seus gastos por categoria, por exemplo: moradia, alimentação, transporte, lazer.

Caso você seja mais metódico pode criar subcategorias, por exemplo, no caso da alimentação: mercado, fast food, lanches diários.

Uma dica importante é sempre deixar uma margem, um pouco do seu dinheiro precisa sobrar para ser usado em ocasiões não planejadas. 

 

5) Economize

Essa dica não é nova, mas é extremamente crucial. Quando dizem para economizar estão falando para evitar gastos desnecessários, aquelas coisas que você realmente não precisa. 

É sempre bom se perguntar se você realmente precisa de algo antes de comprar/contratar.

Por exemplo: é necessário pedir fast food quando tem comida em casa?

Se a resposta for não, evite, esse dinheiro poderá ser poupado e usado futuramente para algo mais importante.

 

6) Dia da finança 

A última dica, mas não menos importante, crie um dia específico para analisar todos os seus gastos. Será muito mais efetivo se todos da casa estiverem presentes.

Nesse momento os gastos do mês serão revisados, monte planilhas no Excel por exemplo, ou aplicativos como GuiaBolso, Meu Dinheiro, anotando toda movimentação financeira do mês. Nesse mesmo dia se planeja o limite de gastos para o próximo mês.

 

Viu, finança pessoal não é algo de outro mundo. É algo necessário e simples de fazer. No final do mês você vai agradecer enquanto curte o dinheiro que sobrou.

 

Se você deseja saber mais, o Tabula possui um curso gratuito de finanças pessoais.

 

Clique aqui e comece já: https://tabula.com.br/curso/mini-curso-de-finanas-pessoais


Comentários

Sem Comentários